sexta-feira, 11 de junho de 2010

Eu e meu diário

Querido diário,

Como é possível eu estar tão feliz e tão triste ao mesmo tempo? Essa fase nunca vai passar?
Não quero muito papo com você hoje, só queria que você soubesse que razão e emoção nunca mais andaram juntas.

Falar sozinha é quase tão terapeutico quanto o antigo mertiolate em ralado no joelho.

3 comentários:

Mulher Asterísco disse...

Sou o mercurio cromo, então, que não dói.

Visão disse...

sou polividine tópico, então, não dói.
Às vezes me sinto assim, mas apenas ignoro este estado e sigo adiante. E não me pergunte como faz, eu não sei. Apenas aprendi com o tempo a colocar as coisas em algum continente deserto da alma.
Bjs e fica bem!

Mauri Boffil disse...

eu faço como o Visão... eu tb ignoro esse estado ou me anestesio com alcool